1000-dias-em-veneza_thumb[2]
BLASI, Marlena de. Mil Dias em Veneza. Sextante. 232p.

Todos são apaixonados por Veneza, a cidade do amor, que originalmente servira de refúgio e por isso é tão inacessível. Lá, as ruas são feitas de canais e todos dependem de gôndolas, barcos e táxis aquáticos, até os alimentos que viajam aereamente vão precisar -em algum momento- de um transporte marítimo. “A água é o condutor e a barreira de Veneza”. E tal originalidade atrai olhares, menos os de Marlena.

Ela viajava muito para a Itália e nunca tinha se interessado em visitar Veneza. Mas apesar de seu preconceito com a cidade, Marlena foi obrigada a visita-la em 1989, exigência de seu trabalho como chef de cozinha. Sua visão sobre Veneza mostra-se infundada, ela se apaixona pela cidade e acaba retornando todos os anos.

Até que, em 1993, o garçom do restaurante onde Marlena está tomando café com seus amigos, lhe avisa de que há uma ligação para ela. Curiosa, ela atende e, do outro lado da linha está Fernando, um veneziano que diz tê-la visto passeando no ano anterior e se apaixonado á primeira vista. Agora que a reencontrou, ele irá convencê-la a não ir embora.

O que mais surpreende no livro é ser uma história real, Marlena abandona toda sua vida nos EUA para morar com um estranho em Veneza (haja coragem!). E apesar de todas as barreiras, que variam desde o idioma, cultura e comida até o casamento, o relacionamento de Marlena e do “estranho” -como costumava chamar Fernando- sobrevive. Eles têm muitas características opostas, e ao longo do livro, vão se tornando cada vez mais parecidos, aprendendo um com o outro e se doando.

"Tento me lembrar da vida sem ele,
mas é como tentar lembrar de um filme antigo que penso ter visto,
mas que talvez nunca tenha chegado a assistir."  

A leitura não se encaixa na categoria das quais nós ficamos loucos para chegar ao final. É uma apreciação diferente, onde lemos com muita calma para absorver todas as informações. Marlena descreve magistralmente a cidade, cultura e comida veneziana, a ponto de me fazer sentir que estava lá com ela.

Além da parte romântica, o livro traz umas receitinhas que Marlena fazia para o veneziano e um guia turístico no final. Não é um livro excelente, ou que acrescente muito, mas toda leitura é válida e De Blasi foi responsável por me deixar apaixonada pelos famosos canais de Veneza! Agora falta dinheiro pra viajar... haha

Nota: ♥♥♥


19 Comentários

  1. É bem legal pra conhecer outra cultura, eu recomendo. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. HEHE Eu me apaixonei pela capa dele Kezia, dai procurei saber mais sobre o mesmo. Ah, minha lista também é gigante... Daqui algumas décadas você o lê! kkk Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Luene, vou ver sim. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pelo comentário Fe, a história realmente é bem legal pra conhecer um pouquinho mais sobre Veneza e seus costumes. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Camila, depois me conta o que achou ok? hehe

    ResponderExcluir
  6. Lara Duarte10/10/2012 22:32

    Olá!!! Gostei muito da resenha, parece uma história bem legal. Nossa quando eu estava lendo pensei que só em livro mesmo, ele ter se apaixonado a primeira vista e ainda ter esperado ela voltar no ano seguinte, mas logo que li que é uma história real me surpreendi de verdade e fiquei com mais interesse em ler. E haja coragem mesmo, nossa!
    Parabéns pela resenha!
    beijos
    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir
  7. Oi Lara, realmente parece mais uma história de ficção do que uma história real, hehe. Uma palavra pra definir a Marlena: corajosa! rs. Acredito que eu não tomaria a mesma atitude, sou muito "pé no chão". Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Kezia Martins10/10/2012 22:32

    Tem selinho para você lá no blog ;*
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br/2012/08/selinho-1.html

    ResponderExcluir
  9. HAHA Né Flavia, eu acho que não seria tão louca não. Sou mais firmada no chão, hehe. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi Gabriela, também gostei dessas partes, hehe. Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Nossa que estória, ainda mais em Veneza. Me interessou, gosto de livros românticos, vou tentar lê-lo!
    Beijinhos!


    Camila.

    loucuradelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Segredos em Livros10/10/2012 22:33

    Oi Aline, gostei da história..adoro ler sobre viagens, cidades e Veneza é um lugar que possui muitos canais lindos mesmo. Adorei o post. Beijos, Fê.
    http://segredosemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, flor! Gostaria de avisar que a URL do meu blog mudou! Passou de luenealves.blogspost.com para
    http://instituicaojovensprodigios.blogspot.com.br/


    Dá uma olhada, tem uma promoção ativa!
    Beijos =D

    ResponderExcluir
  14. FlaviaPenido10/10/2012 22:33

    Gostei a historia. E gostei ainda mais por ser real. Pensa sair do seu país pra ir pro outro lado do mundo, arriscando tudo assim?
    Arrepiei heheheh


    Bjokas

    ResponderExcluir
  15. Kezia Martins10/10/2012 22:33

    Ah que legal.
    Eu já tinha visto esse livro, mas nunca procurei ler sinopse nem nada rs
    Gostei da história.
    Vou adicionar na minha listinha (lê-se listona rs) de desejados :)
    Beijinhos,
    fulanaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Garota do Livro10/10/2012 22:33

    Adorei a resenha, ainda não li o livro, mas fiquei interessada!
    Um beijão.
    http://livrodagarota.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Gabriela A.10/10/2012 22:33

    Oii Alana,
    Eu li esse livro o ano passado e tive as mesmas impressões que você. É um livro para ser lido com calma.
    Gostei muito das descrições que ela fez e das partes com comidas. #gorda hahaha
    Parabéns pela resenha!


    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Fabianne Almeida11/10/2012 08:40

    Hahahah $$$ para viajar é bom!Bem, acho Veneza linda e gostei do fato da historia ser real e parece ser romântico na medida certa!
    Bj

    ResponderExcluir
  19. Fiquei mega curiosa para ler e tambem acho Venez muito linda ^^

    ResponderExcluir