Lendo o escritor
Quando eu leio vários livros do mesmo autor, e gosto da maior parte, é complicado não se tornar fã dele. Escrevendo uma resenha sobre determinado livro de um autor do qual sou fã, me veio à mente que, ás vezes, tenho vontade de escrever mais do que resenhas. Tenho vontade de escrever sobre os autores. Portanto, abri este espaço no blog para compartilhar com vocês algo sobre os autores que leio.

Zafón


Decidi estrear tal coluna escrevendo sobre Carlos Ruiz Zafón. Comecei a ler Zafón através de A Sombra do Vento, que me foi recomendado por um colega na escola. A trama, que possui um clima sombrio, é repleta de mistérios e foi uma das leituras mais prazerosas que já tive. Até hoje, após ler os quatro livros do autor lançados aqui, é o meu predileto do mesmo.

Zafón iniciou sua carreira literária em 1993, quando tinha 29 anos, escrevendo El Príncipe de la Niebla, que recebeu o prêmio Edebé de literatura. Este é o primeiro volume de uma trilogia, denominada de La trilogia de la Niebla, que ainda não foi lançada aqui no Brasil. É destinada para um público mais jovem, assim como Marina.

As suas obras foram publicadas em mais de quarenta idiomas, e conquistaram milhões de leitores mundo a fora. Por causa delas, Zafón tornou-se uns dos mais bem sucedidos escritores contemporâneos espanhóis. Um prestígio merecido, já que seus livros são ótimos suspenses. Atualmente, Zafón mora em Los Angeles, onde escreve para jornais.

Todos os volumes lançados no Brasil foram feitos pela editora Suma de Letras e, felizmente, traduzidos por Eliana Aguiar. Acredito que manter um mesmo tradutor para todas as obras de um autor é algo extremamente importante e que gera maior aceitação por parte dos leitores. Lembro-me de uma vez em que li uma série onde somente o último volume foi traduzido por um tradutor diferente, o resultado foi desastroso, já que eu estava acostumada e gostava da tradução inicial.

Meus livros do Zafón
Inspirado em Charles Dickens, Zafón transforma sua cidade natal, Barcelona, em uma cidade sombria e cheia de mistérios. É neste cenário que ele ambienta a trilogia do Cemitério dos livros esquecidos, que já vendeu 20 milhões de cópias em mais de 40 países. Na fotografia, há dois dos volumes desta trilogia, que pode ser lida em qualquer ordem, sem alterar a compreensão dos fatos.

Algo interessante deste elo entre Carlos Ruiz Zafón e sua querida Barcelona, é que ele está baseado também em dragões. Nascido em 1964, o ano do dragão, Zafón afirma simpatizar com estes animais sobrenaturais que são encontrados largamente nas fachadas das casas em Barcelona. Ele diz que Barcelona é a cidade dos dragões e teme que seja igual a eles. Zafón acredita ser uma criatura noturna, que gosta da escuridão, um alguém não muito sociável e difícil de conhecer.

Mas, contrariando a afirmação de ser difícil de conhecer, uma de suas frases preferidas é “lo que escribes es lo que más se te parece”. Portanto, quem já leu algo de Zafón, pode ter uma ideia de que tipo de pessoa o mesmo é. Bem, a média de notas entre seus livros lançados no Brasil no Skoob é de 4,4, sendo que a nota máxima é 5. Então, recomendo que você se presenteie com um livro do autor, se ainda não leu nada do mesmo. Apaixone-se por uma Barcelona sombria e seus mistérios.

Obras


Livros avulsos
Marina

O Cemitério dos Livros Perdidos
A Sombra do Vento
O Prisioneiro do Céu

La Trilogía de la Niebla
El Príncipe de la Niebla
El Palacio de la Medinoche
Las Luces de Semptiembre

sobre o autor
Alana Homrich Alana Homrich que, com dezesseis anos, criou o blog Acompanhada pelos Livros. Um novo hobby para compartilhar suas opiniões acerca dos assuntos relacionados à literatura. Está passando por uma fase de mudança total em sua rotina.


15 Comentários

  1. Jéssica Patrício13/01/2013 17:35

    Adoro conhecer os escritores também, tenho muita vontade ainda de ler os livros do Zafón, acho que com certeza não irei me arrepender! ;D

    beijos

    Jéssica - Strawberry de livros e filmes

    ResponderExcluir
  2. Oi Alana!

    Adorei conhecer um pouco mais do Zafón, esse autor que me encanta. Eu também me apaixonei por ele com A Sombra do Vento, mas já li todos os livros publicados dele no Brasil. E por causa dele eu tenho uma vontade imensa de conhecer Barcelona. Ou melhor, minha vontade aumentou :)

    Parabéns pelo blog, é lindo.E se quiser saber o que eu achei dos livros do Zafón, eu te convido a visitar o meu, natrilhadoslivros.blogspot.com.



    Beijos!


    Fernanda

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nada desse autor mas só escuto elogios. Parabéns pela coluna, desejo sucesso!!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá! Gostei da coluna :) Você sempre com novas ideias. Eu nunca li nada desse autor, mas tenho muita vontade, depois de tantos elogios haha !
    Beijos
    http://sonhando-com-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Aninha Lima13/01/2013 22:38

    Nunca li nada de Záfon, mas pelo o que falam parece ser um ótimo autor, amei a nova coluna.

    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Bily Pretonobranco13/01/2013 23:27

    Já li dois livros do Záfon, Marina que eu amei e O jogo do anjo que odiei, rsrsrs.
    Beijooo!!

    ResponderExcluir
  7. Sério? Ual! Gostei tanto de O Jogo do Anjo, mais do que Marina até.

    ResponderExcluir
  8. Segredos em Livros14/01/2013 08:49

    Oi Alana, adoro estes posts que você faz sobre atores. Parabéns. Nunca li nada sobre ele mas tenho muita curiosidade, já li várias coisas positivas a respeito. Quem sabe esse ano eu leia. Bjs, Fê -
    http://segredosemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Marcelle Dantas14/01/2013 14:23

    Oi Alana!


    Adorei o post! Deu até vontade de pegar meu Marina na prateleira e ler, para saber o quanto é bom esse livro, porque creio que ele é mesmo! Espero me deliciar na história desse livro e de outros do autor também! Belo Post!


    Beijos,


    Marcelle
    bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. vô confessar que nunca li um livro do autor mais espero te a oportunidade logo ;/

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Eu não li nenhum livro do autor ainda, acredita? SHAME ON ME!

    Mas tenho vontade sim de conferir alguns dos seus títulos.

    Beijos

    http://umdiaacadalivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá! Coloquei um selo para você em meu blog.

    http://heykarol.blogspot.com.br/2013/01/primeiros-selos.html

    Até mais!

    ResponderExcluir
  13. Vou passar lá para conferir! Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Helanaohara19/01/2013 16:50

    Sou apaixonada por Zafón, quando meu irmão foi para Espanha pedi a ele que trouxesse A Sombra do Vento e Marina em sua língua original, gostei muito da diagramação deles. São meus tesouros, nem postagem no blog eles tem, morro de ciúmes.
    O Cemitério dos livros esquecidos já li todos e li Marina.
    Esse homem é incrível os melhores personagem que li são dele. Tenho uma paixão arrebatadora por Daniel Sempere ♥

    ResponderExcluir
  15. barbara paiva20/01/2013 14:22

    é sempre bom saber um pouco mais sobre um autor que nos transmite um mundo totalmente diferente do que estamos acostumados, parabens pelo post

    ResponderExcluir