SITE OFICIAL (Em inglês)
O escritor e médico Khaled Hosseini nasceu em Cabul, capital do Afeganistão. Este é um país problemático, que foi invadido pela União Soviética e acabou sendo governado pelo Talibã, um regime fundamentalista e totalitário, de 1996 a 2001. Em seus livros, Khaled recupera, com a ajuda de sua imaginação, um pouco do que aconteceu historicamente naquele período.

Porém, Khaled Hosseini não permaneceu no Afeganistão. Por causa de seu pai, que era funcionário do Ministério do Exterior, sua família foi enviada para Teerã, no Irã. Após três anos, eles retornam ao Afeganistão, mas, logo após um golpe, eles se mudam para a França.

Enquanto eles estavam na França, os soviéticos conseguiram o controle do Afeganistão, por meio de um golpe cruel, portanto, a família Hosseini obteve asilo político nos EUA, sua última parada. Khaled Hosseini estudou na Universidade da Califórnia e até hoje, apesar do sucesso com seus livros, ele exerce a medicina, como clínico geral.

Atualmente, ele mora na Califórnia com sua esposa e dois filhos. Foi nos EUA que ele escreveu seu primeiro livro, O caçador de pipas, que se tornou um sucesso de vendas em pouco tempo. O livro possui como fundo histórico o final da década de 70, quando os soviéticos entraram no país, e logo saíram do poder para que um regime tão ruim quanto se erguesse, o Talibã.

Fotografia de Blog Detalhes
Ele possui somente dois livros lançados, mas ambos são sucessos internacionais. Em A cidade do sol, o autor mescla a história de duas mulheres em um país discriminatório, no qual as mulheres são inferiores aos homens. Nos dois livros, o autor apresenta histórias fortes que se passam em países com costumes diferentes dos nossos, geralmente mais antiquados, o que abala os leitores.

Já li os dois livros do autor e não consigo dizer qual é melhor do que qual. São ótimas histórias, mas que precisam ser lidas por pessoas com curiosidade e determinação, já que há muita violência e crueldade envolvida. Seus livros são bem recebidos pelo público, por possuírem personagens cativantes e enredos interessantes. Vamos conferir as sinopses?


Mariam tem 33 anos. Sua mãe morreu quando ela tinha 15 anos e Jalil, o homem que deveria ser seu pai, a deu em casamento a Rashid, um sapateiro de 45 anos. Ela sempre soube que seu destino era servir seu marido e dar-lhe muitos filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Laila tem 14 anos. É filha de um professor que sempre lhe diz: "Você pode ser tudo o que quiser." Ela vai à escola todos os dias, é considerada uma das melhores alunas do colégio e sempre soube que seu destino era muito maior do que casar e ter filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Confrontadas pela história, o que parecia impossível acontece: Mariam e Laila se encontram, absolutamente sós. E a partir desse momento, embora a história continue a decidir os destinos, uma outra história começa a ser contada, aquela que ensina que todos nós fazemos parte do "todo humano", somos iguais na diferença, com nossos pensamentos, sentimentos e mistérios.

O caçador de pipas é considerado um dos maiores sucessos da literatura mundial dos últimos tempos. Este romance conta a história da amizade de Amir e Hassan, dois meninos quase da mesma idade, que vivem vidas muito diferentes no Afeganistão da década de 1970. Amir é rico e bem-nascido, um pouco covarde, e sempre em busca da aprovação de seu próprio pai. Hassan, que não sabe ler nem escrever, é conhecido por coragem e bondade. Os dois, no entanto, são loucos por histórias antigas de grandes guerreiros, filmes de caubói americanos e pipas. E é justamente durante um campeonato de pipas, no inverno de 1975, que Hassan dá a Amir a chance de ser um grande homem, mas ele não enxerga sua redenção. Após desperdiçar a última chance, Amir vai para os Estados Unidos, fugindo da invasão soviética ao Afeganistão, mas vinte anos depois Hassan e a pipa azul o fazem voltar à sua terra natal para acertar contas com o passado.
 Você já leu algum livro do autor? Possui curiosidade?


11 Comentários

  1. Olá!
    Ainda não li nenhum livro do autor mais já ouvi falar do ''O caçador de pipas'' tenho vontade de ler (:

    Beijos,
    @blogscl
    sonhando-com-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu ja li o caçador de Pipas, mais mano é muito traumatizante, esse foi um livro que mais me deixou, nem sei que palavra usar, é um bom livro, o filme, eu assisti também, e odiei,

    acervo-de-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Gabriela Amoroso11/03/2013 13:52

    Os livros dele são ótimos. Li os dois e quero ter a chance de reler. As histórias são tristes, mas impressionantes. Gostei muito.
    Adorei saber um pouco mais sobre o autor!


    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Segredos em Livros11/03/2013 14:13

    Oi Alana, já li os dois livros do autor, mas faz tempo :// me deu até vontade de relê-los agora. Parabéns pelo post. Bjs, Fê

    ResponderExcluir
  5. Realmente, Elane. O livro é bem forte em alguns momentos, mas acredito que seja algo bom, porém você precisa ter fôlego, né?
    Não cheguei a assistir o filme, há cenas que eu não queria rever...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Também faz tempo que eu os li, quero comprar meus exemplares e reler o quanto antes! hehe

    ResponderExcluir
  7. Olá Alana, bom dia ^^
    Tenho muita vontade de ler "O caçador de pipas"; me parece ser uma boa história. O outro não tinha ouvido falar muito ainda, mas também fiquei com curiosidade a cerca da história. Vou tentar lê-los algum dia.

    Beijinhos e obrigada pelas dicas de leitura.
    Isabelle - http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Alana,
    Já ouvir muitos comentários positivos sobre “O caçador de pipas”, mas nunca tive
    muita vontade de ler o livro. Gostei do post, foi bem interesse conhecer um
    pouco mais sobre o autor, apesar de nunca ter lido nenhum dos livros dele.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Gostei do post, muito bem planejado e escrito, parabéns. Ainda não li nada dele, mas as pessoas que conheço que leram gostaram. Bjos

    ResponderExcluir
  10. Helanaohara16/03/2013 21:15

    Tenho os dois livros dele.
    Te confesso que foi duro terminar O Caçador de Pipas, achei a escrita meio pesada.. Mas o livro é lindo e triste, não tem como negar.


    beijinhos ♥
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir